top

Superintendente da Santa Casa participa de Sessão na Câmara

29/02/16 12:35

Entre outros assuntos, Renata de Cássia Cassiano Santos falou sobre o atendimento oncológico.

A superintendente da Santa Casa de Poços de Caldas, Renata de Cássia Cassiano Santos, esteve na Câmara dos Vereadores na última terça-feira, 23, atendendo a um requerimento da Presidente da Casa, vereadora Regina Cioffi, assinado também pelo vereador Paulo Eustáquio.

Renata foi convidada a expor a situação financeira do hospital, bem como falar do atendimento oncológico, entre outros assuntos. Durante sua exposição, a superintendente falou sobre o trabalho da UNACON e sobre o contrato que prevê a realização de 234 cirurgias por ano, contrato esse no valor de R$46.110,35. De acordo com Renata, para atender a portaria 140 do Ministério da Saúde, que redefine os critérios e parâmetros dos estabelecimentos de saúde habilitados na atenção especializada em oncologia e define as condições para a habilitação destes estabelecimentos no âmbito do Sistema Único de Saúde, que estabelece que a Unidade de Poços realize 650 cirurgias/ ano, uma média de 54 por mês, é necessário aumentar o teto, o valor recebido pelas cirurgias.

“Para atendermos a essa portaria, a Santa Casa precisaria receber R$152 mil a mais por mês, isso para poder realizar as 650 cirurgias que ela exige para não sermos descredenciados. Essa portaria já foi prorrogada por duas vezes, estamos aguardando para reorganizar os serviços de oncologia. Então existe uma preocupação por parte da instituição em saber o que realmente será exigido e como a Santa Casa poderá atender”, disse Renata.

A superintendente respondeu ainda aos questionamentos sobre a construção da nova UNACON e explicou que em outubro de 2015 esteve em Belo Horizonte para a entrega de todos os projetos, quando o Secretário de Estado de Saúde pediu a retificação, solicitando a retirada da radioterapia, serviço já existente na cidade e da oncologia pediátrica, que já está em processo adiantado de credenciamento em Pouso Alegre.

“Nosso projeto arquitetônico já está aprovado, precisa agora retificar os projetos de engenharia e para isso o hospital precisa que o Estado repasse o recurso, no valor aproximado de R$100 mil, para contratação das mesmas empresas que fizeram os projetos de engenharia e arquitetônico, para retificar o projeto, conforme as exigências da Secretaria de Estado de Saúde”, explicou.

Renata falou ainda sobre pagamentos dos médicos, os custos com equipe médica, tabelas de cirurgia, valor de extrapolamento mensal e sobre a possibilidade do aumento do número de leitos no hospital.

Fotos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Em parceria com a PUC, Santa Casa disponibiliza ginástica laboral para os funcionários

17/10/18 15:18

Intenção da diretoria do hospital é melhorar o ambiente de trabalho para que ...

Leia Mais »

“Princesas e palhaços” deram o tom da Semana da Criança na Santa Casa

17/10/18 15:16

Funcionárias vestidas de princesas e Doutores da Alegria do curso de Medicina d...

Leia Mais »

Santa Casa alerta para golpistas que usam o nome do hospital

15/10/18 11:54

Passageiros de transporte público relataram que homem pedia dinheiro para compr...

Leia Mais »

ACESSO RÁPIDO

bottom
Jordan Super Fly 3 Under Armour Curry 2 All Star ASICS Running Shoe UA Curry 2 Rainmaker Skechers Go Flex Sandals Asics Onitsuka Tiger Mexico 66 Nike Air Force Boots Nike Zoom Hyperrev 2016 Jordan Melo M12 Adidas Springblade Drive 2.0 Adidas Pure Boost X Trainer Timberland Leather Hiking Boots Asics Onitsuka Tiger Mexico Mid Nike Hyperchase SP Adidas NMD R1 New Balance 928 MBT Monroe MI Nike Flex Run Kyrie 2 Men's Basketball Shoe Air Force 1 Flyknit